Bancos de Dados e Centros de Documentação

Confira aqui alguns dos principais Bancos de Dados e Centros de Pesquisa e Documentação disponíveis de forma gratuita.

BANCOS DE DADOS

 
AFRICAN ORIGINS
  • Gerenciado por pesquisadores da Universidade de Emory, Geórgia, Estados Unidos, o projeto African Origins ou Origens Africanas é um banco de dados que armazena documentos relacionados à diáspora africana e também sobre materiais que dizem respeito ao comércio transatlântico de escravos. Graças a este projeto está sendo possível obter informações sobre os grupos étnicos, linguísticos, culturais, traçar rotas de comércio e até saber o nome de africanos que foram escravizados.
ARQUIVO PÚBLICO MINEIRO
  • Criado em 1895, o Arquivo Público Mineiro é a mais antiga instituição cultural de Minas Gerais e, na época, tinha como atribuições recolher, guardar e classificar bens de valor artístico ou histórico, avaliar, guardar e classificar esculturas e pinturas. O Arquivo Público Mineiro também tinha como atribuições conservar e catalogar documentos que diziam respeito a várias esferas, a exemplo da história, geografia, ao direito e administração, às ciências e as artes. Atualmente, o Arquivo Público Mineiro é uma superintendência da Secretária de Estado e Cultura e prezerva, coordena e organiza os documentos do estado de Minas.
BANCO DE DADOS DO TRÁFICO TRANSATLÂNTICO DE ESCRAVOS
  • Assim como o African Origins, o Banco de Dados do Tráfico Transatlântico de Escravos é uma plataforma riquíssima em informações sobre o tráfico de escravos, contando com mais de 35 mil registros de expedições negreiras ocorridas durante os anos de 1514 a 1866. A plataforma oferece de forma gratuita todos os dados dessas viagens: rotas de comércio, informações sobre a embarcação, os compradores de escravos, dentre outras informações. Além disso, a plataforma disponibiliza mapas, quadros estatísticos, linha do tempo sobre as viagens e eventos.
INSTITUTO HISTÓRICO E GEOGRÁFICO BRASILEIRO - IHGB
  • O Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, fundado em 1838, é a mais antiga instituição brasileira que valoriza a pesquisa e a preservação cultural e histórica-geográfica. A instituição mantém até hoje os objetivos estabelecidos no Art. 1, "coligir, metodizar, publicizar, arquivar os documentos necessários para a História e a Geografia do Brasil...". O acervo do IHGB é riquíssimo e diversificado, englobando documentos textuais, iconografias, hemeroteca, arquivos privados, biblioteca, dentre outros.
INSTITUTO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E ARTÍSTICO NACIONAL - IPHAN
  • Vinculada ao Ministério do Turismo, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, é uma autarquia do Governo do Brasil. O IPHAN tem como função defender os bens culturais do país, preservando-os para o usofruto tanto das presentes gerações quanto para as gerações futuras. Além da preservação, o IPHAN é responsável pela divulgação dos patrimônios materiais e imateriais do país. No site do IPHAN, você pode se aventurar em diversas categorias de pesquisa: os difernetes tipos de Patrimônio - Cultural, Arqueológico, Imaterial, além de patrimônios mundiais -; Programas e Projetos que são desenvolvidos pelo Instituto e Acervos e Publicações.
 

CENTROS DE PESQUISA E DOCUMENTAÇÃO 

 
CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO E INFORMAÇÃO CIENTÍFICA - CEDIC
  • Fruto da iniciativa de grupos de professores da PUC-SP da área das ciências humanas, que tinham como objetivo dar suporte às pesquisas e atividades de ensino acadêmico, o CEDIC se estruturou como um grande centro de documentação. O site conta com um grande acervo, mostras virtuais, além de projetos e eventos.
CENTRO DE PESQUISA E DOCUMENTAÇÃO DE HISTÓRIA CONTEMPORÂNEA DO BRASIL - CPDOC
  • O Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil (CPDOC), foi fundado em 1973. Esta instituição tem como objetivo reunir, em um acervo, documentos relevantes sobre a história recente do país. O acervo do CPDOC é constituído pelos mais diferentes tipos de documentos: arquivos pessoais de pessoas públicas, depoimentos orais de personalidades influentes, sendo feito até a elaboração de um Dicionário Histórico-Biográfico Brasileiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *